Em Destaque

Imaginem um dos cenários mais românticos e relaxados que conseguirem para a celebração de um casamento...

Existe uma grande hipótese do cenário de fundo ser uma romântica praia. Poderá ser uma praia tropical verdejante ou mesmo uma praia de areia branca com rochedos, emoldurada pelas ondas e adornada pelo som do mar. Se imaginam para o vosso casamento este quadro, porque não arriscar e fazer um casamento na praia?! Se a resposta é sim, não se esqueçam do protector solar!

 

--------------------------------------------------------------------------------------
Casamento na Praia...
Mais simples do que imagina!

--------------------------------------------------------------------------------------

 

Tempo e Clima
Embora ninguém consiga garantir um dia bonito, podem sempre aumentar as vossas hipóteses de o casamento calhar num dia de sol, consultando os padrões sazonais do site do instituto da meteorologia antes de marcarem a data. Se possível escolham uma altura em que o tempo seja mais consistente e menos imprevisível. Descubram mais acerca de alguns factores relacionados com o estado do tempo, tais como: quanto ventosa é a praia em diferentes alturas do ano mês e do dia; saibam como se comportam as marés nessa altura do ano, podendo assim planear a cerimónia, evitando situações desagradáveis, tais como a maré subir molhando todos os convidados.

Chegar lá
Durante a época alta o tráfego da praia pode ser muito grande, pensem no local para estacionar os carros dos convidados, enviem-lhes informações onde constem mapas e locais possíveis para estacionar. Reservem locais na praia para as viaturas dos convidados. Se possível providenciem marcas e rotas identificativas para que os convidados se desloquem para o local correcto.

Look
Neste tipo de cerimónia, saltos altos e um look muito elaborado com brilhos e tecidos muito pesados não deverão ser eleitos quer pela noiva quer pelos convidados – considerem vestir algo mais casual e menos pesado como linhos, crepe ou organza; evitem a seda pois para além de se estragar com a humidade, aumenta a temperatura corporal. Vão descalços ou optem por usar sandálias rasas, chinelas, usem flores nos cabelos. A noiva deve optar por flores no cabelo em vez de um véu, especialmente se o local for ventoso. Se a noiva desejar usar um véu certifique-se que é pesado, colocando no fundo do véu flores ou elementos decorativos para que este não baloice com o vento. A indumentária do noivo deve estar a condizer com a formalidade da indumentária da noiva. E não se esqueçam de aplicar protector solar e debaixo da maquilhagem. E nem pensem em usar meias!!! Um ponto importante a reter: um casamento à beira mar dispensa saltos altos nas mulheres e gravata nos homens.

Convites
Informem os convidados que o casamento vai decorrer na praia para que eles se vistam apropriadamente. Façam os convites de acordo com o casamento, colocando uma frase como:”cerimónia à beira-mar” ou “cerimónia na areia”.

Quantos convidados?
Pensam convidar um grupo pequeno, ou celebrar um grande casamento tradicional? Embora seja possível conseguir um casamento tradicional de sucesso na praia, um grupo de convidados mais restrito permite uma flexibilidade maior para o planeamento da cerimónia.

Orçamento
Se sempre desejaram casar num local exótico, e o vosso orçamento, bem como o orçamento dos vossos convidados o permitem, poderão considerar um casamento num local onde o clima e as condições sejam os mais favoráveis. Poderão considerar celebrar o casamento fora do país, num resort exótico que poderá ser aproveitado para a lua-de-mel. É importante não planear um casamento que não está de acordo com as condições financeiras dos convidados. Um orçamento mais limitativo exige limitações e mais criatividade; eleger uma praia pública é uma possibilidade.

Decoração
O cenário natural de um casamento na praia, é um elemento dominante muito poderoso; assim sendo a decoração deve ser minimalista. É necessário um bom uso de cores e de materiais. Aconselha-se o uso de cores como o verde-àgua, vários tons de rosa, vários tons de azul, ou até várias tonalidades de beges e castanhos-claros. Conchas e estrelas-do-mar - embora comuns -, são elementos decorativos muito adequados, tais como os pequenos barcos, as âncoras, etc. Um corredor dos noivos decorado com pétalas e limitado por lamparinas a óleo, ou a tochas, tornam a cerimónia ainda mais romântica, especialmente se for celebrada ao pôr-do-sol. Para decorar com flores recomenda-se as orquídeas cymbidium, as próteas, as orquídeas dendrubium, as orquídeas mokara, os verdes, os amarílios, os jarros, as folhas ou as flores de lótus.

Altura do dia
Muitos noivos sonham com um casamento de praia tendo como pano de fundo um belo pôr-do-sol. Realmente este momento é uma excelente altura do dia para o casamento. A esta hora os banhistas já estão a regressar a casa, deixando a praia com mais privacidade. Se desejam fotografias com o pôr-do-sol de fundo, não se esqueçam de referir isso ao fotógrafo. As manhãs também são muito agradáveis. A esta hora as praias também estão menos povoadas. A hora para a fotografia é excelente. É também a altura mais fresca do dia. Atendam sempre às marés pois estas mudam muito, sendo sempre melhor fazer o casamento quando a maré não está a encher; a maré baixa também permite um ambiente com menos ruído.

Clima
Não se consegue controlar, mas deve-se considerar a possibilidade de o prever. Tentem encontrar uma praia mais protegida do vento. No caso da praia ser muito ventosa podem considerar integrar na decoração do local painéis decorativos que protejam os convidados do vento É sempre importante terem um lugar ou uma tenda de reserva que providencie abrigo no caso de chover. O calor atrai os mosquitos, por isso não se esqueçam de colocar tochas ou velas de citronela para os espantar!

Chão ou não
As cerimónias mais formais pedem uma superfície consistente em cima da areia, devido às roupas e calçados formais que este tipo de casamento requer. Neste caso podem construir uma superfície em madeira que permita aos convidados terem um acesso mais fácil à praia. Se tiverem convidados idosos ou deficientes motores, não se esqueçam, que estes por vezes não conseguem aceder a este tipo de locais. Uma superfície consistente sobre a areia eliminará problemas como o facto dos pés das cadeiras se enterrarem facilmente na areia, evitando assim acidentes desagradáveis.

Onde sentar
Cadeiras na areia são elementos perigosos (especialmente se existirem convidados idosos), pois enterram muito facilmente. Se decidirem colocar cadeiras na areia, optem por cadeiras com pés largos. Em casamentos mais informais é normal os convidados assistirem de pé à cerimónia; neste caso tenham sempre algumas cadeiras à mão para eventuais necessidades.

O que comer
No que diz respeito à comida, as iguarias servidas devem estar adequadas ao local. O peixe é sem dúvida a opção mais acertada. Espetadas de gambas para entrada e frutas tropicais à disposição dos convidados, regadas com bom champanhe e bebidas frescas são uma junção perfeita num casamento de praia. O marisco não pode faltar e liga em tudo com o perfil pouco formal de uma cerimónia deste tipo.

Música
Devido ao ruído natural do mar, deve considerar-se usar instrumentos portáteis que imitam notas altas, mas que não abafem o som do oceano. O violino, a flauta, o saxofone, uma harpa, um violoncelo ou uma guitarra são escolhas bem-sucedidas. E porque a animação não pode faltar, opte por um disk jockey que imponha um ar descontraído à festa dos seus sonhos. No final, as lembranças entregues pelos noivos devem estar de acordo com a ocasião e, geralmente, os motivos marinhos combinam muito bem nestas pequenas ofertas

Casas de banho
Se a cerimónia acontece num resort ou num hotel, devem sempre informar os convidados onde estão localizadas as casas de banho. Se a cerimónia acontece num local mais remoto deverão considerar alugar casas de banho portáteis.

Permissões e legalidades
A gestão da orla costeira portuguesa normalmente está afecta a uma Capitania regional, mantendo esta uma delegação marítima em vários locais do país. Para celebrar um casamento na praia deverão dirigir-se a uma. Se decidirem usar fogo-de-artifício ou música, é importante submeter à autarquia local um pedido para obtenção da emissão de uma licença especial de ruído, com um mínimo de 30 dias para obterem as respectivas licenças.

Casamentos originais
Quem é que ainda nunca idealizou um casamento de sonho? Mais ou menos romântico, cada um de nós já pensou nesse dia. Uma ideia germinada, muitas vezes, na adolescência, vai ganhando contornos mais sérios na idade adulta. Todos os casais desejam um dia único, mas sobretudo diferente.
Dos convites, ao local da celebração, passando pela escolha do vestido da noiva e do fato do noivo, nada pode (nem deve!) ser deixado ao acaso.

Casar na praia?
Mais simples do que imagina!
A lei portuguesa facilita casamentos originais. A igreja católica não. Saiba com o que pode contar. A legislação portuguesa facilita bastante a vida de quem deseja um casamento invulgar. Se o seu sonho é casar na praia, junto a um marco geodésico, no quintal da avó ou a bordo de um iate, saiba que é possível. Isto, desde que existam estruturas mínimas de acesso ao local e condições que permitam ao conservador levar a cabo a sua função com dignidade. É, basicamente, uma questão de taxas, nem por isso exageradas.