Em Destaque

Cara noiva, fique desde já a saber que se esta sua amiga que agora lhe escreve não tivesse decidido casar no pino do Inverno, teria optado por um casamento piquenique. É actual, romântico, leve, descontraído, divertido, cúmplice, ecológico, as crianças adoram, os crescidos adoram voltar a sentir-se crianças… E é uma excelente escolha para fazer um figurão sem gastar muito dinheiro e conseguir poupar no seu casamento!

Se nunca tinha pensado nisto, se calhar ainda está a tentar perceber se é ou não exequível. Então e a avó? Prevêem-se algumas mesinhas para quem preferir. E o serviço? É auto-serviço, ou self service, como estamos mais habituados a dizer. Mesas buffet, de preferência abrigadas sob umas tendinhas, e pronto!

 

----------------------------------------------
Casamento Piquenique !!
 

----------------------------------------------

 

 

 

Então e os humores instáveis de São Pedro? Pois, quanto a isso, nada como prevenir: encontre um espaço que possua uma alternativa debaixo de telha (ou tenda), caso seja necessário. E, de qualquer forma, “casamento molhado é casamento abençoado”!

Então, e a comida? Minha cara noiva, abre-se um novo mundo de possibilidades! De preferência, evitar muitos molhos e coisas que necessitem de demasiado uso de talheres. Desde sushi a tortilhas, passando por tacos, wraps, mini-sanduíches, pasteis, saladas, muita fruta… e sumos naturais, sangria de champanhe e morangos, vinhos verdes fresquíssimos… Quando tiver dúvidas, pense num prato de que goste e pergunte-se se é possível comê-lo com as mãos, fazer miniaturas dele ou embrulhá-lo em massa filo. Se obtiver um “sim” a qualquer uma delas, encontrou um candidato para a sua ementa! Outra hipótese é fazer um casamento-piquenique-barbecue.

É o estilo de casamento ideal para fazer-você-mesmo. Pode comprar uma peça de tecido inteira para obter toalhas de piquenique mais baratas (e depois usá-lo para um pormenor do seu vestido de noiva ou bouquet), colocar cestinhas de verga com flores campestres frescas, compota, queijo, tostas, fruta e vinho no centro, espalhar velinhas dentro de copos de vidro (de iogurtes, por exemplo) e guloseimas por todo o lado. Esqueça os lugares marcados e avise todos os convidados para se vestirem de acordo com as características da festa. Ah, e no caso de optar pelo barbecue, use um pouco do tecido de há pouco para fazer meia-dúzia de aventais para os “assadores” de serviço.

Quando der por si, está toda a gente a dançar descalça na relva e divertir-se como nunca. E se a festa se prolongar para lá do pôr do Sol, umas mantinhas polares são o que basta para que todos possam ficar a admirar o céu estrelado.

Que outra coisa poderia desejar para o dia mais feliz da sua vida?

 

 

Fonte: Parceria My Best Wedding - Zankyou